Alfarrábio  
  :: Alfarrábio ::
Por Paulo Bicarato
 

home | e-mail | icq 267228436

Somos apenas os vazios entre os nós da rede. E estamos num grande boteco.

Paulo/Male/31-35. Lives in Brazil/São Paulo/Guaratinguetá, Vale do Paraíba, speaks Portuguese. Spends 20% of daytime online. Uses a Normal (56k) connection. And likes Cybercultura/Jornalismo.
This is my blogchalk:
Brazil, São Paulo, Guaratinguetá, Vale do Paraíba, Portuguese, Paulo, Male, 31-35, Cybercultura, Jornalismo.


Quer deixar seu recado?
Assine aqui.

Paulo Bicarato
Jornalismo, literatura, poesia e elucubrações diárias. Paulo Bicarato de peito aberto,
(ar)riscando palavras vivas ao vento.


.............

e5Cr3v1nH4çõEs


:: Especial ::

Guimarães Rosa


:: Meus artigos::

Nova Economia
WideBiz

.............



:: Arquivo::


Catraca eletrônica



on-line

sexta-feira, dezembro 17, 2004

:: Alfarrábio.org ::

Voltando do estaleiro, este Alfarrábio surge agora com nova cara, nova casa, novo sistema de publicação. A versão 3.0, bem mais leve, está aqui:
:: Alfarrábio.org ::.

Confiram, deixem suas impressões, comentários, sugestões, pedradas... Ah, sim! A culpada por tudo isso é a Rossana. Depois eu conto os detalhes...


por Bicarato | Link :3:53:00 PM |


quinta-feira, dezembro 09, 2004

:: Pro Estaleiro ::

Este Alfarrábio deve ficar instável, sujeito a chuvas e trovoadas, nos próximos dias. Tudo por causa de uma certa moça, que resolveu fazer uma faxina geral aqui. Assim que retornarmos do estaleiro, eu digo quem são os(as) culpados(as).

por Bicarato | Link :4:29:00 PM |


:: História Tombada ::

Hoje, meu irmão tocou num caso caro para quem conhece, mora ou é de Guará, ou Guaratinguetá (sou um pouco de cada...): a Velha Estação Ferroviária --que. aliás, acabou de completar 90 anos, no início de novembro. Fui mexer nos meus arquivos e acabei encontrando um texto que escrevi há algum tempo, mas não sei por que cargas d´água ficou guardado:
:: História Tombada ::

Pompa e circunstância marcaram o dia 1º de novembro de 1914. Eram 13h30, e uma multidão composta por autoridades políticas e religiosas, representantes da elite cafeeira e ilustres anônimos prestigiou a inauguração daquele que ficou registrado como "um dos mais belos exemplares da arquitetura inglesa no Vale do Paraíba", o prédio que passou a substituir a antiga parada de trem em funcionamento desde 1877.

Alguns já estavam familiarizados com a imponência das fazendas de café, mas ninguém ficou indiferente ao fausto exibido pelo relógio de quatro faces na torre central, pela mobília vitoriana, de jacarandá e palhinha, e pelas finas alfaias que decoravam a sala de espera. Ladrilhos ingleses e telhas francesas e de ardósia completavam a moldura e, nos trilhos, os carros de luxo com direito a vagões-restaurante passavam a substituir os cavalos, liteiras, muares e carruagens da decadente Companhia de Navegação do Rio Paraíba. A produção de café valeparaibana, apesar de já dar sinais de enfraquecimento, ganhava um novo meio de escoamento.

Os trilhos, porém, significavam muito mais: o intercâmbio cultural e de bens com a capital da Província, o incremento na participação das campanhas políticas, e a chegada dos imigrantes europeus. O avanço tecnológico era --como ainda é-- sinônimo de mudanças comportamentais profundas na conservadora sociedade guaratinguetaense.

Mas o golpe fatal veio na década de 1950. A política desenvolvimentista priorizou a indústria automobilística, relegando as ferrovias praticamente ao esquecimento. A abertura da Rodovia Presidente Dutra, ligando Rio de Janeiro a São Paulo, fez minguar cada vez mais o transporte de cargas pelos trilhos. O glamour das viagens, a passeio ou a negócios, ficou apenas na lembrança. Meados da década de 70, e a ex-ilustre Estação Ferroviária de Guaratinguetá foi definitivamente desativada.

Tombados pelo Patrimônio Histórico em 1982, o prédio da estação e os galpões anexos foram adquiridos pela Prefeitura de Guaratinguetá em 2002. Desde então, o restauro vem sendo apenas protelado, à espera de parcerias com a iniciativa privada para transformar o local num Centro Cultural. Projetos existem, mas efetivamente nada saiu do papel: tapumes ordinários ocupam os lugares das antigas portas de madeiras nobres; relógios, equipamentos e mobílias desapareceram; telhas e detalhes arquitetônicos esboroam-se a olhos vistos. O luxo dos nobres passageiros e a riqueza do café deram lugar aos mendigos e desocupados. E a história vai sendo literalmente tombada.
Os comentários originais do Cacá estão lá no Projeto Piloto.
Mais info, aqui.

por Bicarato | Link :3:51:00 PM |


quarta-feira, dezembro 08, 2004

:: Mônica, Cebolinha e... Bloguinho ::

Mauricio de Sousa mostra que está mais do que antenado: acabou de criar mais uma personagem, esta totalmente plugada:
A Turma da Mônica está cada vez maior. Depois da deficiente visual Dorinha, mais um personagem de Mauricio de Sousa estreou nos quadrinhos em novembro: Bloguinho, o garoto especializado em internet, com seu vocabulário composto por caracteres cifrados e palavras abreviadas, típico dos usuários da grande rede.
O personagem pode ser visto em Cebolinha #221 (Editora Globo), numa divertida aventura na qual o mote para as várias gags é o seu conhecimento sobre chats, nicks, emoticons e outros termos usados entre os internautas.
E uma curiosidade: Bloguinho é o irmão caçula de Teveluisão, um personagem que estava há muito tempo sumido dos gibis, e que agora volta a aprontar nas histórias da Turma.
Direto do Universo HQ, numa dica do grande Maratimba.

Update: Lembro-me muito bem que, há alguns anos, o Mauricio de Sousa foi criticado, apedrejado, quase crucificado, quando começou a explorar o linguajar *caipira* do Chico Bento. A grafia dos balões do Chico Bento seguia o padrão oral, com todas as particularidades a que tem direito. Foi o que bastou para que os puristas, acadêmicos & afins acusassem o Mauricio de *emburrecer* os leitores infantis, entre outras coisas.
Muito provavelmente, o Mauricio terá que aturar *críticas* desse naipe com a nova personagem, Bloguinho. De minha parte, quero mais que todas as novas formas de expressão sejam exercitadas, ampliando nosso vocabulário, mantedo viva a dinâmica da Língua que acrescenta e incorpora novos termos. Isso, no entanto, não quer dizer que eu seja completamente conivente com quaisquer estrangeirismos e baboseiras que aparecem por aí. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa...

por Bicarato | Link :2:48:00 PM |


terça-feira, dezembro 07, 2004

:: Nemo, The Best ::

Acabei de ver lá no blog do Pedro Doria: o prêmio de popularidade para melhor blog em todo o mundo é de um brasileiro: Por um Punhado de Pixels, do veteraníssimo Nemo Nox (muito provavelmente, o primeiro ou um dos primeiros blogueiros tupiniquins).

O prêmio é resultado do concurso BOBs, Best of blogs, da alemã Deutsche Welle.

Este modesto Alfarrábio teve a honra de ser incluí­do na lista dos dez melhores blogs jornalísticos em Língua Portuguesa, mas, como já era esperado, ficou bem atrás do próprio Pedro Doria e dos vencedores, Ricardo Noblat (prêmio de popularidade) e António Granado (prêmio do júri).

por Bicarato | Link :3:17:00 PM |


:: Clube da Esquina ::

Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Toninho Horta, Tavinho Moura... Essa é só uma parte do bando, que acabou deixando sua marca registrada na MPB. Agora, toda a história desse pessoal está registrada (e aberta a novas histórias, novas versões) no Museu Clube da Esquina:
O Clube da Esquina é uma fonte inesgotável de memórias desde o início da década de 1960, quando ocorreu o primeiro contato entre os músicos, até os dias de hoje. Disperso entre os músicos, produtores, gravadoras, fãs e outros artistas, esse acervo de histórias pessoais é fonte essencial para a compreensão do surgimento do Clube, das trajetórias de cada um dos músicos envolvidos e de sua permanente influência no processo criativo da música popular brasileira.
com a palavra, meu caro cara Vini, que foi o responsável pela edição e arquitetura de conteúdo do site: "O ponto alto do site são os artistas contando suas histórias de vida e, conseqüentemente, a trajetória desse movimento musical".

Confiram: www.museuclubedaesquina.org.br/

por Bicarato | Link :3:00:00 PM |


:: Dê um Final Feliz ao seu Micro Usado ::

Aquele micro velhinho, que já foi substituído por um mais potente e está encostado, pode ter um destino nobre. O trambolho empoeirado é ressuscitado por entidades que recondicionam computadores antigos para usar em projetos assistenciais.

O carrancudo micro cinza ganha um visual colorido nas mãos do artista plástico Glauco Paiva, um dos integrantes do Projeto Metareciclagem. Mas a reforma não se restringe ao estético: o computador é formatado para receber o sistema operacional Gnu/Linux. O software livre evita acusações de pirataria, explica um dos organizadores do projeto, Hernani Dimantas. "Com softwares leves, um micro antigo funciona muito bem", afirma.

Pelo menos dez telecentros já foram montados pelo Metareciclagem. Dimantas esclarece, porém, que não basta recondicionar e doar os computadores. "Nosso trabalho é usar a tecnologia como forma de envolver a comunidade num projeto social", disse. Cerca de 80 voluntários estão envolvidos com o Metareciclagem... [Leia mais no Link]

Via Marketing Hacker

por Bicarato | Link :2:47:00 PM |


segunda-feira, dezembro 06, 2004

:: Ode ao Burro ::

Direto do Febeapá 2, do grande Stanislaw Ponte Preta:
Parecer da Comissão de Finanças ao Projeto de Lei nº 4/67, do Poder Executivo - Presidente-Relator: Vereador Anibal Leite de Abreu - com o projeto de lei em epígrafe, pretende o Executivo Municipal a venda de dois muares de propriedade da Prefeitura e que contam mais de 30 anos de idade. Pra muitos essa providência há de parecer normal ou corriqueira, sem que mereça maiores estudos ou ponderações. Não o pretendemos e não é do nosso propósito apenas lamentar a triste sorte desses muares, e muito menos este Parecer tem sentido laudatício a esses injustiçados animais que, após 25 anos de exaustivos serviços prestados à limpeza pública, hoje, trôpegos e em pleno decréscimo de sua energiae força, serão vendidos por trinta dinheiros. Por certo viverão seus últimos dias sob a rude chibata de alguns perversos tidos como racionais, soltanndo seus suspiros finais presos aos varais de pesados carroções, ou, ainda, poderão ter os seus corpos esquartejados em algum saladeiro, que fabrica salames de muares ou de eqüinos. Nesta época em que os animais, quer pela sua dedicação, amizade, trabalho ou humildade santificante, vêm granjeando merecidamente uma maior consideração dos seus irmãos racionais, quando personagens representativas do mundo intelectual ou político da nosa turbulenta metrópole ensaiam levantar um monumento ao Burro, este animal de multimilenar espécie, que cedeu sua manjedoura para o Mestre dos Mestres, conduzindo ainda no seu lombo aconchegante Maria e o Menino Jesus para o Egito, não é admissível que em Pindamonhangaba a sua Prefeitura pratique tamanha injustiça contra esses esquecidos muares. Poderíamos lembrar aos nobres pares a participação eloqüente do burro nos albores do Brasil Império, lutando heroicamente sob o peso de enormes jacás, descendo as serras no transporte do ouro, metais ou pedras preciosas e retornando serra acima com o bom vinho importado, ferramentas ou outras riquezas.
Nas Bandeiras, nos movimentos de expansão, ou nas investidas pelos sertões em busca de minas ou plantando cidades, o burro esteve sempre presente como condutor do progresso e da civilização.
Cada um de nós, na sua função pública, em muitas ocasiões deve raciocinar com o coração e ser mais humano o quanto possível. Não que queiramos com essa manifestação demonstrar uma excessiva bondade ou qualidade que muitas veze snão possuímos, mas não é de justiça que velhos e cansados muares da Municipalidade paguem com o seu sofrimento e com a sua vida o preço do nosso desinteresse ou omissão. Por isso, manifestamo-nos contrariamente à aprovação do Projeto de Lei 4/67, recomendando ao senhor Prefeito Municipal, e se preciso elaboraremos um projeto de lei, determinando que todos os animais de propriedade da Prefeitura, que pela sua idade se tornem inservíveis para o serviço, sejam soltos na fazenda da represa, que é um próprio da Municipalidade onde eles passarão a viver os seus derradeiros dias. A renda que a Prefeitura deixa de auferir com a venda desses animais é insignificante, mas o exemplo de justiça e de compreensão do nosso Poder Público há de dizer alto sobre as atitudes dos administradores municipais de hoje.
Pindamonhangaba, 6 de março de 1967 - Anibal Leite de Abreu - Presidente-Relator da Comissão de Finanças.
O parágrafo em negrito é por minha conta. Mas, confesso, fiquei deveras sensibilizado...

por Bicarato | Link :12:15:00 PM |


sexta-feira, dezembro 03, 2004

:: Diário de Délhi ::

FF tá voltando por esses dias. Mas já manda um breve relato do que rolou lá na Índia:
Esquema plataforma
Com isso, o HD já deu os primeiros pitacos. A idéia é essa: a discussão está aberta.

por Bicarato | Link :5:14:00 PM |


:: Blogs e Educação ::

Vou ler com calma. Mas já adianto que isso promete, e muito: a dissertação de mestrado da Suzana Gutierrez:
Mapeando caminhos de autoria e autonomia: a inserção das tecnologias educacionais informatizadas no trabalho de educadores que cooperam em comunidades de pesquisadores.
Disponível em pdf aqui: Biblioteca da UFRGS

por Bicarato | Link :4:18:00 PM |


:: Valeu, Pesso@ll! ::

Pois é... Ontem, dia 2, recebi um monte, mais um tantão, mais um bocado de mensagens transmitindo a melhor das energias. Fazer aniversário assim é mais-do-que-bacana, e retribuo a todos os abraços, e a todas os beijos. Ah! Tim-tim, pra todos nós!

Fica aqui esse agradecimento público, porque não teria como responder a cada uma das mensagens --passaria o dia inteiro nisso e talvez não conseguisse. Principalmente o pessoal que lotou (ainda bem) o meu scrapbook lá no Orkut.

por Bicarato | Link :3:27:00 PM |


quinta-feira, dezembro 02, 2004

:: A Palavra É... ::

Dicas valiosas, comentários curiosos e muito, muito mais. E, melhor ainda, com muito bom humor e o uso afinadíssimo da nossa tão cara, ainda que inculta e bela, Flor do Lácio.

Imperdível. É a coluna do Sérgio Rodrigues no NoMínimo: A Palavra É.... Que, aliás, agora funciona como um blog, com direito a comentários dos leitores.

por Bicarato | Link :3:55:00 PM |


:: Quero ser Mestre ::

Com esses princípios, e esse time de professores, esse lugar deve ser bem parecido com o Paraíso (ou, no mínimo, indica direitinho o *caminho das pedras*):
Localizado num casarão medieval na zona rural da Cornualha (costa sudoeste do Reino Unido), o Schumacher College oferece mestrado de um ano em ciências holísticas e uma variedade de cursos rápidos ligados à temática do ambiente e do desenvolvimento sustentável.
Uma de suas atrações é a equipe docente, que inclui nomes consagrados da ciência não-tradicional, como o médico humanista americano Patch Adams, retratado por Robin Williams no filme de 1998 que leva o seu nome, o físico teórico Fritjof Capra, autor do best-seller "O Tao da Física", a antropóloga britânica Jane Goodall, conhecida por seus estudos sobre o aprendizado de chimpanzés, e Deepak Chopra, médico indiano radicado nos EUA e reconhecido defensor da medicina alternativa. O dalai-lama, líder espiritual do Tibete, é o patrono da instituição.
[...]"O volume da educação continua a aumentar, mas aumentam também a poluição, a exaustão dos recursos e os perigos de uma catástrofe ecológica. Se mais educação deve nos salvar, deveria ser uma educação que nos leve à profundidade das coisas".
www.schumachercollege.org.uk
A íntegra da matéria está no Sinapse. E a dica veio direto do meu irmão.

por Bicarato | Link :3:49:00 PM |


:: Busque aqui ::



::. Metá:Fora .::




GeoURL







:: Especial ::

ESQUISSOS da Dulce Dias

:: Chapada ::

CURLY da Renée & Carol


:: Wikipédia ::

Eu estou no Blog List


::
>> |
?
| #

"Ao buscar prosperidade para toda a humanidade, o reino de Chintamani Mahakala se abre diante de ti, oferecendo uma abundância de jóias que concedem desejos. Ao buscar riquezas somente para si, você compete contra todos os seres humanos." -R.S.

Inspirado no Tom-B

###

Copyleft
Paulo Bicarato
###

###
Nenhum direito reservado
###
Favor apenas manter os devidos créditos



  by NM